Close

Aviões de Ataque: Henschel Hs 129

Projetado para atender uma requisição do RLM para um avião de ataque ao solo, com armamento pesado e uma blindagem adequada para os motores e tripulação. Os requisitos de armamento eram tal, que a aeronave tinha que ter no mínimo 2 canhões de 20mm como armamento padrão. Assim foram selecionados dois projetos: o Focke-Wulf Fw 189 e o Henschel Hs 129.

Aliados analisam o Henschel Hs 129 capturado na França.

Voando pela primeira vez na primavera de 1939, equipado com motores Argus As410A-1 de 465cv cada, mostrou-se submotorizada frente ao Fw 189, mas mesmo assim ganhou um contrato de produção para 8 unidades de pré-produção. Essas aeronaves foram batizadas de Hs 129A-0 e começaram a ser produzidas no final de 1939, com as primeiras entregues no começo de 1940.

Com a conquista da França, estas aeronaves começaram a ser remotorizadas com o motor Gnome-Rhône 14M, de origem francesa e mais potente, com cerca de 700cv de potência. Essa conversão deu início ao Henschel Hs 129B, com novo armamento e cockipt redesenhado.

Os Hs 129B entraram em ação em abril de 1942 no front leste e nos meses seguintes no Norte da África e na Itália, onde não obteve tanto sucesso quanto na Rússia. Após a invasão do Dia D, ele também passou a ser usado na França. Nesta época, as subvariantes da série B incluíam versões com canhões de 30mm, bombas e o dobro de metralhadoras da versão A.

Henschel Hs 129B-2/R4, versão equipada com canhão antitanque de 75mm.

Ele também teve uma versão de reconhecimento, a Hs 129B-5/R5, que além do armamento contava com uma câmera de reconhecimento. A partir do avanço dos blindados soviéticos, os alemães lançaram versões fortemente armadas do Henschel, iniciada com o Hs 129B-2.

Estas versões incluíram canhões de 30, 37 e até 75mm (Hs 129B-2/R4), abaixo da cabine do piloto. Este incremento do armamento tornou a aeronave uma excelente plataforma antitanque, obtendo sucesso durante o verão de 1943, com a operação Citadel, onde foram destruídos mais de 1.100 tanques russos.

Isto deu a aeronave o apelido de Panzerknacker (destruidor de tanques), a produção do Hs 129 foi de cerca de 879 unidades, sendo encerrada em setembro de 1944 em favor da produção de aeronaves de caças.

Henschel Hs 129B-2.

Henschel Hs 129B-1:

Tipo: Ataque ao Solo/Reconhecimento Motor: 2 Gnome-Rhône 14M de 700cv de empuxo. Performance: velocidade máxima: 408 Km/h; ascensão a 6.000m: N/D; teto operacional: 9.000m; alcance máximo: 880km. Pesos: vazio: 4.060Kg; máximo na decolagem: 5.110Kg. Dimensões: envergadura: 14,2m; comprimento: 9,75m; altura: 3,25m. Armamento:  2 metralhadoras MG 17 de 7,92mm, 2 canhões MG 151/20 de 20mm e 8 bombas de 50kg ou 1 canhão MK 101 de 30mm externo.

Imagens.: Acervo do Editor.

Abraços e até o próximo avião de ataque!

Bit Voador.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.