Close

Aviões de Ataque: Aichi D1A

Foi desenvolvido a partir da necessidade da Marinha Imperial Japonesa de um bombardeiro de mergulho avançado que pudesse ser embarcado em porta-aviões. No final de 1934 a Aichi apresentou o projeto AB-9, encomendado junto a Heinkel alemã, que o desenhou com base no He 50. Posteriormente a Heinkel apresentou o He 66, que foi fornecido a Aichi servindo de base para o Aichie D1A.

Dois Aichi D1A2 em voo.

O design foi de um biplano construído em metal com revestimento de tecido, trem de pouso fixo e alterações para permitir a operação em porta-aviões. O modelo voou nos últimos dias de 1934 e recebeu a autorização da Marinha Imperial Japonesa para que entrasse em produção.

Desenho retratando dois D1A2 em voo.

Entrando em serviço como Aichi D1A1, as primeiras unidades foram utilizadas com sucesso na Segunda Guerra Sino-Japonesa. Foram construídas cerca de 162 unidades desta primeira versão, dando lugar para a versão definitiva Aichi D1A2, equipada com motor mais potente, sendo produzidas cerca de 428 unidades desta versão.

D1A2 estacionado.

O D1A começou a ser retirado de serviço gradualmente no começo da Segunda Guerra Mundial, no começo da Guerra do Pacífico todos os D1A1 já tinham sido retirados de serviço e os D1A2 estavam sendo transferidos para unidades de treinamento. Foram mantidas cerca de 68 unidades do D1A2 como suporte até serem retirados em definitivo em 1942.

O modelo foi substituído pelo Aichi D3A nas missões de bombardeiro de mergulho. Ao todo foram produzidos 590 D1A nas suas duas variantes.

Um D1A2 sendo preparado para decolar.

Aichi D1A2:

Tipo: Bombardeiro Leve de Mergulho Biposto Motor: 1 Nakajima Hikari de 730cv de empuxo. Performance: velocidade máxima: 309 Km/h; ascensão a 6.000m: N/D; teto operacional: 6.980m; alcance máximo: 927km. Pesos: vazio: 1.516Kg; máximo na decolagem: 2.500Kg. Dimensões: envergadura: 11,4m; comprimento: 9,3m; altura: 3,41m. Armamento:  2 metralhadoras Tipo 92 de 7,7mm e 1 metralhadora Tipo 89 de 7,7mm em suporte flexível para o artilheiro/observador e até 300kg de bombas.

Imagens.: Acervo do Editor.

Abraços e até o próximo avião de ataque!

Bit Voador.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.